Apelo aos Alverquenses e Sobralinhenses para Cumprimento das Regras, no Âmbito da Pandemia Covid-19

O confinamento obrigatório foi decretado e, ainda que o número de infetados com Covid-19 seja alarmante, bem como o número de óbitos e a situação caótica dos hospitais, muitos são os portugueses que não o cumprem. Ao contrário de uma catástrofe natural, a tragédia que pode resultar desta pandemia é evitável e só depende de nós, prescindindo um pouco do nosso egoísmo pessoal. É tempo de nos unirmos para parar com este flagelo, onde a falta de civismo de alguns afeta a vida de uma comunidade inteira. O civismo significa mais do que apenas boas maneiras. Com o civismo, que não custa nada, consegue-se tudo.


O principal risco desta pandemia é a rapidez de contágio. Ninguém sabe se representa um perigo para os outros porque o vírus mantém-se silencioso e contagioso durante vários dias. O que podemos fazer para atrasar a tragédia é evitar o contágio, para que o número de infetados a precisarem de cuidados seja inferior ao número de ventiladores disponíveis no país. E isso só pode ser garantido se ficarmos todos em casa, até que o contágio se mantenha estável e abaixo da capacidade de resposta dos nossos hospitais. Todos nós temos que pensar que somos potenciais contaminadores.


A Junta de Freguesia de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, apela a todos os Alverquenses e Sobralinhenses que cumpram as regras sanitárias, de modo a evitar a propagação do vírus da Covid-19, apoiando deste modo os profissionais de saúde. Quanto menos doentes por Covid-19 tiverem para tratar, melhores condições terão para trabalhar e para se poderem dedicar aqueles que estão mesmo doentes e que precisam dos seus cuidados.


Enquanto vos escrevo estas palavras, o Concelho de Vila Franca de Xira conta com 127 mortes causadas pelo COVID-19 e 8.804 infetados, sem contar com o elevado número de casos suspeitos que surgem a cada dia. Esta situação não deve ser abordada de forma leviana. Quanto mais tempo, ficarmos em casa e nos prevenirmos de contrair este vírus, mais cedo poderemos retornar às nossas rotinas sem perdermos vidas. É hora de estar em segurança, seguindo as orientações das autoridades de saúde.


Cada dia conta e todos podemos contribuir, mantendo a distância, respeitando padrões de higiene, uso de máscaras e FICANDO EM CASA, pois não sabemos quando isto vai acabar nem as reais sequelas do coronavírus na sociedade. Não somos impotentes contra o vírus, o nosso comportamento determina a força e a rapidez com que ele se espalha.


Outrora, a geração dos nossos pais e avós teve de prescindir da sua vida para combater em guerras desnecessárias. A nós, só nos é pedido para ficarmos em casa.


Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para minimizar os efeitos desta pandemia mas o contributo que fará toda a diferença é o seu. Por favor, fique em casa, pela sua vida e pela dos outros.



Alverca do Ribatejo e Sobralinho, 22 de janeiro de 2021


O Presidente da Junta de Freguesia de Alverca do Ribatejo e Sobralinho

Carlos Gonçalves